Esta edição expõe alguns dos principais desafios para o cultivo da Internet democrática e...

277
 

Uma questão que tem sido debatida na rede é se o W3C deve endossar o padrão Extensões de...

 

Não se nega que a Internet é um dos avanços mais significativos do último século e,...

 

Histórias de desastres envolvendo a Internet das Coisas estão na moda1....

 

Este documento é uma breve proposta para o reconhecimento de um conjunto de quatro...

Sobre extensões de mídia criptografadas em HTML5*

Uma questão que tem sido debatida na rede é se o W3C deve endossar o padrão Extensões de Mídia Criptografada EME, que permite que uma página da Web inclua conteúdo criptografado, conectando um sistema existente de Gerenciamento de Direitos Digitais na plataforma subjacente

Uma carta aberta ao Diretor do W3C, ao CEO, equipe e membros

Caro Jeff, Tim e colegas,
Em 2013, a EFF ficou desapontada ao saber que o W3C assumiu o projeto de padronizar "Extensões de Mídia Criptografadas" (EME), uma API cuja única função era dar um papel de destaque para o DRM no ecossistema de navegação Web. Ao fazê-lo, a organização ofereceu o uso de seu repositório de patentes, o apoio de sua equipe e sua autoridade moral para a ideia de que os navegadores podem e devem ser projetados para ceder o controle sobre aspectos-chave dos usuários às contrapartes remotas.

TV white spaces para o acesso à banda larga nas zonas rurais de Moçambique (Estudo de caso: Distrito de Boane)

O governo moçambicano, através do seu Plano Quinquenal, considera o componente de telecomunicações como um direito básico da sociedade. As tecnologias de informação e comunicação (TICs) resumem-se na capacidade de eletronicamente introduzir, processar, armazenar, retirar, transmitir e receber dados e informações. O uso eficiente das TICs, conduzido pelo acesso à Internet de alta velocidade (banda larga), é amplamente reconhecido como a chave para o crescimento da produtividade e o estímulo da inovação nas aldeias.

A Governança da Internet em 2017: Hierarquias nacionalísticas versus redes multissetoriais?*

Dois eventos que ocuparam as manchetes do mundo digital em 2016 balizam a pauta da governança da Internet em 2017. A supervisão das funções IANA passou a ser conduzida pela comunidade multissetorial representada na ICANN, com a expiração do contrato entre a entidade e o governo dos EUA. O governo chinês anunciou a entrada em vigor de uma nova lei de segurança cibernética...

A Internet morreu! Viva a Internet!

Já não falta quem diga que a Internet, tal como tem sido pensada desde as suas origens, desapareceu ou está em vias de desaparecer. Em 2015, no Fórum Mundial de Davos, Eric Schmidt, CEO da Google, vaticinou que a Internet iria desaparecer.

Páginas

 

Endereço

Largo do Machado 29, sala 702
Galeria Condor
Largo do Machado
Rio de Janeiro . RJ
CEP 22221 901

 

Creative Commons

O conteúdo original deste site está sob uma licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International (CC BY-SA 4.0) https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/. Os conteúdos de terceiros, atribuídos a outras fontes, seguem as licenças dos sites originais, informados nas publicações específicas.